Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

30
Out23

Cores De Outono #2

{Soneto Hendecassilábico}


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20231029_174352.jpg

 

Cor de Tomate Destemperado

{Soneto hendecassilábico}

**

Repasto do melro, da rola e pardal,

És pequeno tomate destemperado,

O tempo da estação passou-te ao lado,

E a Cotovia te encontrou no quintal.

*

É veloz na dedução precipitada,

Sua opção escolher a parte animal,

No lugar da humana racional,

Que nem te cuidou nem te agradeceu nada.

*

Não será isso culpa sua exclusiva,

A rica natureza está transtornada,

Consequência da alteração global.

*

Mas esta cultura díspar, excessiva,

E este estranho outono deixam-na espantada,

Receia que sejas tu o Rei do Natal.

****

 

Mafalda Carmona 

27.10.2023 | 19.21 hr

 

27
Out23

Alma

{Poema Tanka 1foto1texto "E se...#14?"}


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20231026_210147.jpg

E se... a alma for roubada?

**

Pele desbotada,

A esperança que desiste,

Viva temperança.

*

Morada que está vazia,

É obra em contra natura.

****

Mafalda Carmona

26.10.2023 | 21:01

 

E assim, Pessoas, aqui ficou mais uma foto de autoria de @_carmona.ph_ {Raquel Carmona} e um texto em forma de um poema Tanka. Para a próxima semana estou a considerar trazer um poema num novo formato, "Aldravia". Tive conhecimento deste Aldravia em conversa nos comentários com o nosso caro Blogger, autor e poeta Francisco Carita Mata, e fiquei curiosa, já comecei a tentar entender o que é e posso dizer que estou, para já espantada, vamos ver como correm os vôos da Cotovia sobre as investigações neste novo desafio de experiências poéticas em diversos formatos, dentro do desafio 1foto1texto, agora em "Aldravia".

Para saberem mais sobre o desafio 1foto1texto, aqui fica também a ligação para o blogue da Isabel do  "Pessoas e Coisas da Vida".

Para ver os desafios anteriores da Cotovia:

E se... chovessem arco-íris? #1

E se... o mar fosse de tecido? #2

E se... as mesas falassem?#3

E se... a divisão não existisse?#4

E se... as letras andassem?#5

E se... fossemos sempre crianças?#6

E se... o tempo parasse?#7

E se... fossemos flores?#8

E se... a palavra tivesse dono?#9

E se... houvesse Paz?#10

E se... o Céu fosse uma prisão?#11

E se... fosses gato abandonado?#12

E se... a vida fosse um jogo?#13

25
Out23

Linha de Panoramix


Cotovia@mafalda.carmona

Screenshot_2023-10-24-20-55-49-966-edit_com.androi

 

  • Ou, a Cotovia e a surpreendente similitude entre as estatísticas de visualizações e a Sagrada Família.

Ora a Cotovia, nos seus voos inusitados, onde faz lembrar o druida de Obelix, o caro Panoramix que tenta adivinhar os resultados dos confrontos dos gauleses com as tropas romanas, nos vôos dos pássaros, fez uma descoberta curiosa:
E podem tentar perceber se vêem na curva, que de curva tem pouco, uma semelhança inesperada entre as estatísticas de visualizações e o perfil da grandiosa Igreja da Sagrada Família do genial Gaudí, em Barcelona, uma das minhas cidades favoritas.

Screenshot_2023-10-25-00-13-37-069-edit_com.facebo

 

Já tinha feito um postal sobre as semelhanças com o vôo desajeitado de um morcego, com a letra M, e com o Pão de Açúcar no Rio de Janeiro, que não conheço mas gostava de conhecer.


Desta vez, este postal vai mostrar como as estatísticas da Cotovia e Companhia e arquitectura se entrelaçam de maneira surpreendente e a semelhança mostra mais uma vez a modéstia (discreta...) da Cotovia.

 

Assim, nas estatísticas de visualizações são, inicialmente, como um pássaro de asa curta, começando timidamente a sua ascensão , antes de voar para alturas consideráveis, ali por altura de Março, por motivos que desconheço pois se soubesse o motivo poderia tentar replicar, mas o que importa é que, inacreditavelmente, a Sagrada Família seguiu um caminho similar.

Screenshot_2023-10-25-00-48-25-305-edit_com.facebo

 

A sua construção começou em 1882 e, como um vôo ou uma estrela em ascensão, levou mais de um século até chegar à sua grandiosidade actual, lamentavelmente eu não terei um século para conseguir o mesmo feito, e mesmo se o tivesse, não estou certa do alcance estratosférico do blogue como um unicórnio de visualizações nunca antes visto, nem da possibilidade de se compararem estes dois vôos, senão por pura especulação.

A parte engraçada, ou expectável, disto? As estatísticas de visualizações atingem o ápice e, sem surpresa, diriam vocês Pessoas, começam a diminuir, ou a descer, para confirmar que tudo o que sobe, invariavelmente, desce.


Da mesma forma, as torres espirais da Sagrada Família elevam-se em direcção ao céu, quase como se estivessem a tentar ( e a conseguir) superar todas as estatísticas! Quem imaginaria que a arquitectura poderia ser tão competitiva?! Eu até estou aqui sossegadinha e continuo sem saber explicar estes picos de visualizações.


Em resumo, esta descoberta inesperada entre as estatísticas de visualizações e o perfil da Igreja da Sagrada Família lembrou-me que, mesmo em campos aparentemente diferentes, é possível encontrar o humor e a surpresa...

Mostra que subir e descer faz parte da vida e que pode ser positivo, ou que, pelo menos, não precisa de ser, obrigatoriamente, um drama. Que o mais importante é persistir e acreditar que é possível concretizar os sonhos, por mais impossíveis que pareçam e valorizar o caminho e sobretudo as Pessoas que nos acompanham, apoiam, incentivam, pois nada se faz sem união, nem aqui, nem Gaudí na sua obra prima.


E, aqui está, Pessoas, foi este o postal surpresa da quarta-feira, na sexta-feira a Cotovia regressa com mais um Tanka na resposta ao desafio 1foto1texto.


Até lá caras Pessoas, continuação de boa semana, e bons vôos!

 

P.S.

Não podia ir esvoaçar em sossego sem um post scriptum para vos perguntar se por acaso alguma de vocês Pessoas, aves raras, aves despassaradas, gatos, aliens, ou quem mais aqui veio "avoar" consegue explicar a existência de números negativos nas visualizações? E menos mil?

Parece um pouco de exagero, mas se calhar, como diz a nossa cara Alien, isto sou só eu...

Beijinhos e abraços, boa quarta-feira!

23
Out23

Cores de Outono


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20231021_153941.jpg

Cores De Outono

#1 - Cor de Rosa Esperança 

{Soneto Alexandrino}

**

Bela, olha para ti, és rosa virtuosa,  

A chuva te arrastou pela sombra crescente,

Leviana levou o que em ti era reluzente,

Desfolhou a tua irmã de forma tortuosa.

*

Sofre por ti e em vão te procura e te chama,

Onde era o teu lugar fica agora a desdita,

Vazio assustador, reflexo da maldita,

E as mãos do vento são agora a vossa cama.

*

Do longe vos soprou no ocaso acidulento,

Crescerão com raíz em retinta amargura,

Aí se implanta o lugar desta triste história.

*

Tudo ao redor será ilusão, e no entanto

Velhos serão então desgosto e desventura,

Mas do melro ouvirão cantar a vossa glória.

****

Mafalda Carmona

22.10.2023 | 22:01

P.S.

Este soneto é o primeiro de uma série de sonetos sob o título "Cores De Outono" inspirados pela observação da natureza e elementos naturais, com que a Cotovia se depara no quotidiano, deste nosso outono 2023.

Espero que gostem, desejo-vos uma excelente semana, Pessoas!

Saúde, Paz, e... Viva a Poesia!

 

P.S.#2

Vou tentar por aqui num P.S. #3 o reel que partilhei no meu perfil do Instagram do primeiro soneto da série "Cores De Outono", intitulado, "Cor De Rosa Esperança", mas também podem tentar ali onde estão as ligações no perfil aqui da Cotovia no Sapo Blog, aceder, (acho esta coisa dos mini vídeos o máximo) e, para vos dar duas informações:

Primeira, tenho outros sonetos já alinhavados, "Cor De Loendro Mimoso", "Cor De Tomate Des/temperado"...e mais se seguirão até chegarmos ao Inverno (achei que não iam passar bem sem esta informação... ;)...
e a segunda:

Fui informada de que a hora muda no próximo sábado, Pessoas!
Parece uma precipitação, mas é informação de suma importância pois significa que atrasando o relógio uma hora, podem acordar às 9 de domingo que afinal serão 8!
Saber que vou ter mais uma hora de sono e ainda assim manter a rotina matutina, e a fama de ave madrugadora (só que não, ou nem sempre, sobretudo ao domingo...) é um incentivo extra para começar bem a semana!

Abraços e beijinhos, Pessoas,  "aproveitem a vida e façam o favor de serem felizes, não deixem nada por fazer, nem nada por dizer!" (A.F.)

P.S.#3

Reels "Cor De Rosa Esperança"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pág. 1/4

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos de Outras Aves

Calendário

Outubro 2023

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Voar ao calhas

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub