Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

01
Mar23

Jénifer...


Cotovia@mafalda.carmona

  • Ou a princesa da França - As ilhas (realmente) desconhecidas, um dos livros da FFMS (Fundação Francisco Manuel dos Santos), da autoria de Joel Neto, que encomendei para a biblioteca do ninho, é um pequeno conto, realista, de 78 páginas que se lê de forma envolvente em poucas horas.

1677686546419.jpg

Esta coleção dos "Retratos da Fundação" pretende trazer ao leitor um olhar sobre a realidade do nosso país, contado, vivido e narrado, por quem o viu - e vê- de perto.

No caso deste conto, o autor, que nasceu e cresceu na ilha Terceira, e embora tenha vivido por 20 anos na capital do continente, Lisboa, regressa aos Açores, onde vive desde Agosto de 2012, "retrata" ou conta a história do quotidiano de Jénifer, uma menina que se recusa a ver como solução de futuro a existência tal como determinada em sorte (discutível esta terminologia, talvez destino seja um termo mais adequado) pelo local de nascimento, pelos pais, família e comunidade.

Jénifer tem um plano.

Qual é, teremos de ir percebendo ao longo da trama, passada num bairro social dos Açores, entre o (des)funcionamento das atividades agrícolas, o tráfico de droga, o consumo, o alcoolismo, o insucesso escolar, o suicídio jovem, a violência doméstica, o abuso sexual, o incesto, a exploração sexual, e a paisagem natural da ilha:

(...)"O sol nascia-nos por detrás das costas e, à esquerda, as primeiras projeções de luz incidiam sobre um mar feérico, de um azul oleoso, estendido sob uma neblina através da qual começavam a recortar-se ilhas de diferentes formas", nestas ilhas, onde a solidão das vacas se mistura com a solidão da ilha e das Pessoas, (...) "- Sabes que as vacas sofrem muito de solidão? (...) - tanto que um animal deixado sozinho num pasto nunca produziria tanto leite como aquele que passasse o dia rodeado de outros da sua espécie.

Da leitura deste conto, ficam diversas reflexões, considerações pessoais para serem geridas e interiorizadas. Uma delas, o fascínio e encantamento pelo mar, que sendo maioritariamente descrito, quer em literatura como em testemunhos pessoais, como um elemento fantástico, tem este contraponto negativo e desesperante do isolamento, da política corrupta, do tráfico e consumo, assim como a impunidade...:

(...)"E confessou que fora a São Mateus uma vez, tempos antes (talvez tenha dito "anos"), comer um gelado com um senhor (foi a expressão que -Jénifer- usou, "um senhor"). Depois, porém, não prosseguiu no relato, e de repente eu temi que se encontrasse aí pelo menos parte da chave para o enigma que constituía."

Este "enigma" pode ser subentendido logo no início através de duas citações que precedem o conto:

"Nas autobiografias, tal como na história, há situações em que os factos não dizem a verdade.

J. Mitchell, O Segredo de Joe Gould

Ninguém guarda melhor um segredo do que uma criança.

V. Hugo, Os Miseráveis

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos recentes

Vôos de Outras Aves

Calendário

Abril 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Voar ao calhas

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub