Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

14
Ago23

Ser... abecedário...#3


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20230813_235113.jpg

  • (3)...ou, em vez de hoje seguir com o desafio dos pares de palavras iniciadas pela mesma letra, aqui fica um poema com as letras todas do abecedário, com a autorização da autora, a querida poetisa Maria João Brito de Sousa do blog poetaporkedeusker que, como sempre, nos encanta com palavras que voam em poesia.

No blogue poetaporkedeusker podem encontrar um novo poema todos os dias, é caso para dizer, "um poema por dia, não sabe o bem que lhe fazia", mas neste caso, sabemos, bem, o bem que nos faz, e é uma alegria.

É também com grande alegria que agradeço à Mª. João por ter concordado com esta partilha extraordinária aqui no pequeno canto da Cotovia, muito obrigada Maria João Brito de Sousa!

Para ilustrar o poema, a fotografia (3) é de um desenho do meu neto, um auto-retrato, que me pareceu muitissimo adequado para acompanhar este poema da poetisa Maria João Brito de Sousa, de título, "Abre os Braços à Vida".

A todas vós, Pessoas, outras aves, seja Cotovias, Corvos, Guarda-Rios, e também Aliens, entre outras, ou seja todas, todas, todas, vos desejo uma boa semana, muita Saúde e Paz.

E... Viva a Poesia!

 

Abre os Braços à Vida

*

Abre os braços à vida, besta louca,

Besta da forte chama que arde em mim,

Concede-me mais tempo antes do fim

Daquilo que sei ser: humana e pouca!

*

Devolve-me a revolta em mar convulso,

Envolve-me em calor, em força ardente,

Firma na minha mão, neste meu pulso,

Glórias vindas dum doce antigamente!

*

Hera, não mais serei, evoco Marte,

Irei buscar Neptuno às profundezas,

Já que a Terra ameaça em toda a parte,

Kafkiana de inocência e de certezas...

*

Lacónico, este chão que piso e que amo,

Mede-me cada passo que não dei,

Nenhum tempo concede o que reclamo,

Oprime repetir-me o que já sei...

*

Passado não me falta. Só futuro.

Qual futuro?, pergunta-me a razão

Rindo de mim no nada em que procuro

Sombras de mim na antiga dimensão...

*

Tomba um entardecer como os demais,

Urdo, eu, um novo sonho amanhecendo,
Vibra ainda uma corda, um eco, uns ais
Wagnerianos, dóceis no crescendo,
*
Xaroposos, venais, enjoativos...
Yolo!,* grita-me o mar ao descobrir-me,
Zero!, mostra-me a Terra, que é dos vivos.
*
Maria João  Brito de Sousa

04.03.2020 – 14.29h

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos recentes

Vôos de Outras Aves

Calendário

Dezembro 2023

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Voar ao calhas

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub