Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

20
Fev23

Os 7 motivos para ter um blogue...


Cotovia@mafalda.carmona

  • Segundo a Inteligência Artificial, ou como escrever o livro "Onde está o Panda?"...ou como escrever, aprender ou fazer qualquer coisa, desde escrever um blogue ( e dicas para o fazer) aprender programação, até a pilotar um avião ou helicóptero, e tudo no mesmo sítio, virtual, claro está.

No meu voo de hoje, para fora do espaço aéreo do costume, dei com o programa da manhã na rádio Comercial, onde o N. Markl falou numa coisa, (hábito do NM, falar sobre coisas é o seu ponto forte) aparentemente super inteligente, que dá a resposta a qualquer pergunta: o Chat Open AI.

SmartSelect_20230220_161740_Chrome.jpg

Artigo externo para saber mais sobre AI (site didatica tech)

As perguntas em questão relacionavam-se com a composição da equipa do programa, quem eram e de onde vinham. Apesar de o acerto nas respostas ser discutível, e se ter brincado com o facto de atribuírem a escrita de um best seller ao NM, "Onde está o Panda", que não existe, pelo menos não escrito pelo NM (nem um best-seller, segundo as informações disponíveis), mas que o deixou suficientemente entusiasmado com a ideia para, quem sabe no futuro, escrever um livro com esse título, (e aí o Open AI também poderá ser responsável por fazer previsões, tipo Nostradamus AI), esta coisa de colocar as perguntas todas ao AI chat, e, mais importante, o chat responder, como se fosse uma Pessoa, suscitou a curiosidade desta Cotovia (desde o livro onde estava -quase- tudo, neste monólogo da Cotovia de 2018 aqui, ainda não me tinha deparado com uma coisa assim.. )

SmartSelect_20230220_162154_Chrome.jpg

Assim, depois de encontrar o link, e porque este fim-de-semana me deparei com um post onde se questionavam os motivos para se escrever um blogue, muito directamente fiz exactamente essa pergunta:

"Para quê ter um blogue?"

Aqui vai Pessoas, por pontos, os 7 motivos, segundo o chat.openai.com , para se ter um blogue (limito as minhas opções aos pontos 4, 6 e 7). Preparem-se para a resposta transcrita nas linhas, e parágrafos, seguintes!

 

"Há muitas razões pelas quais alguém pode querer ter um blog, incluindo:

1- Compartilhar conhecimento e experiência: Um blog é uma ótima maneira de compartilhar o que você sabe sobre um determinado tópico e fornecer insights e opiniões úteis para outras pessoas.

2- Desenvolver sua marca pessoal: Um blog pode ajudar a construir sua presença online e a estabelecer sua reputação como especialista em seu campo.

3- Networking: Ao compartilhar sua perspectiva e experiência, você pode atrair outros profissionais em seu campo e estabelecer relacionamentos valiosos.

4- Aprender novas habilidades: Escrever para um blog pode ajudá-lo a desenvolver suas habilidades de escrita, edição e comunicação.

5- Geração de renda: Se você conseguir construir uma audiência significativa, é possível monetizar seu blog por meio de publicidade, patrocínio, venda de produtos ou serviços, entre outros.

6- Documentar sua jornada: Um blog pode ser uma ótima maneira de documentar sua jornada pessoal ou profissional, compartilhar suas conquistas e aprender com suas experiências.

7- Terapia: Para algumas pessoas, escrever em um blog pode ser uma forma de processar e refletir sobre seus próprios pensamentos e emoções.

Essas são apenas algumas das muitas razões pelas quais alguém pode querer ter um blog.

O importante é encontrar sua própria motivação e ter um propósito claro para o seu blog antes de começar." 

E, como agora, dificilmente poderei chamar monólogo, (depois de neste fim-de-semana, ter figurado entre os 10 posts mais comentados no Sapo, no "blogues quentes"), e, temos, finalmente os Diálogos da Cotovia, e "mi casa es tu casa", segundo vós Pessoas, para quê ter um blogue ( e nalguns casos ter vários blogues e até vblogs - coisa a investigar numa próxima escrita...)? Concordam com a resposta da AI, e, há mais pontos a acrescentar, já que "quem conta um conto, acrescenta um ponto?

28
Nov22

Quem sou? Sou poeta?


Cotovia@mafalda.carmona

Poemas e Ideias para escrever

  • Isso mesmo, para além da tal "Mala Esquecida" (ou pasta, daquelas antigas, das que se levavam para a primária) para onde atiro os rascunhos de poesias e textos antes de os esquecer... ou para não os esquecer, dualidade do Ego, com toda a certeza... tenho um sítio, virtual, onde escrevo as notas de todas as coisas sobre as quais quero pensar, refletir e escrever, uma espécie de diário virtual. Adequadamente, está nas notas do telemóvel, numa pasta (desta feita, virtual) com o nome de "Ideias para escrever", deveras original...

É assim que surgem ou "germinam" os posts, ou "monólogos", e, recentemente tenho observado uma certa, discreta, efervescência na vossa participação Pessoas! Muito bem, perigamos de, talvez, num futuro, espero não virtual mas real, estes "monólogos" serem promovidos ao estatuto de "Diálogos"... ia ser tipo... surpreendente deixar de ser só a minha opinião que conta! (a minha e a do L.M.M, obviamente, mas nisso acho que estou em vantagem, ao contrário do excelentíssimo L.M.M. cuja opinião só conta nos finais das noites de domingo, posso opinar, ou achar -e podem rever aqui o conceito da Cotovia sobre achadores versus fundadores-, à vontade, mesmo sempre, mesmo de todas as vezes que quiser, e mais... raramente sou contrariada por vós, Pessoas! É tipo o céu dos achadores! Mas como sabem, estão sempre convidados a participar, ali em baixo nos comentários, de modo a que vossa voz, Pessoas, se oiça aqui, e não apenas a desta Cotovia, criatura penada...

Sempre que leio, oiço, vejo, observo, vivo qualquer coisa, considerada, por mim, claro, pertinente, corro a anotar porque caso contrário o certo é esquecê-la. Pensam vós Pessoas nesta altura, onde isto vai chegar com tantos lembretes que esta Cotovia tem anotados de temas para escrever?!

Ora é mais uma poesia, ou "Postal Poético", e no decorrer da leitura talvez concluam ser coisa diferente...

 

Sou Poeta?


Ou antes, sou poetisa? Não...
Escrevo versos, coisa diferente.
Inventei outras coisas
nos verdes campos da edificação.
Há arquitecta ou arquitecto sem peso?
Não! As criações como vão?
Nem sim, nem não,
triste envolvente, a da solidão.

Andei com os 2 pés,
no barco da educação.
Dedicada inventei fichas.
Muito aprendi então,
em relatórios de auto-avaliação.
Se fiz o bem?
Espero que sim, mas...
Dizê-lo não é para mim.

Se agora querem que permita,
que me ditem como vivo,
se ando, nado, ou voo,
se vou a pé, de carro, ou de barco...
Se querem que admita,
vendas nos olhos, coletes ao peito,
pesos nos pés, bico calado...
Não! Nasci em Liberdade.

Agora com entusiasmo,
nesta etérea descoberta,
voo com as palavras, leves,
livres, sem compromisso.
Sem prejudicar a natureza,
nem espécies, nem o planeta.
Escritas no verso de folha reciclada,
ou em matéria digital e virtual.

Empurrá-las por aí.
Irem onde lhes der gana,
surpresa de ver onde chegam.
Lê-as quem as quiser.
Se sei fazê-lo? Não creio...
Se me divirto? Sim!
Tal Benjamim, começo pelo fim...
Vivo, só agora, livre, enfim!

Nascemos poetas,

só é preciso lembrá-lo...

Saber é quase tudo.

Sentir é o Mundo.

 

 

2018 de Mafalda Carmona

28 Novembro 2022

(Ilustração e poema originais de 2018)

Sou poeta Poesia.jpg

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos de Outras Aves

Calendário

Fevereiro 2024

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829

Voar ao calhas

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub