Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

27
Out20

“Vai ter de superar”

Dia #4/100


Cotovia@mafalda.carmona

  • De “Vai ter de superar” a “Tende Piedade de nós”, aquilo que Giulia Be tem para nos dizer……ou como as palavras de Giulia Be e as de Eça se misturam quando a vida se disfarça de novela com um péssimo casting, orçamento quase zero, e nos dá cabo da existência.

Começo pelas palavras de Eça de Queiroz em “O sr. Diabo”:


“Como está provado que sou redondamente inapto para escrever Revistas, (…) é justo, ao menos, que de vez em quando conte uma história amorosa”.


Esta parte sempre me animou, afinal ser um prodígio da escrita não significa ser proficiente na escrita para revistas, ficamos todas mais descansadas, eu e as 7 pessoas que seguem a Cotovia e nas estatísticas do Facebook oscilam entre 2 a 20 (vá-se entender…), que isto de escrever em revistas não é para todas…


Na sequência desta introdução pergunta-nos pelo próprio, o tal, o indizível.


Indizível sim, pois não posso falar por vocês pessoas, mas, no meu caso, só o menciono quando em desespero de causa, num dia como o de hoje, apelo ao “ vai de reto satanás 3 vezes volta para trás!” como medida para fazer “reset” ao dia se este acordou para o lado da “cepa torta”, medida nem sempre suficiente porque os problemas são um bocado teimosos e não respeitam nada nem ninguém.


Assim, pergunta o Eça:

Eça de Queiroz.JPG

Na primeira questão, faço de conta não estar consciente da sua existência… se conheço?! Quem? Hum, não, não estou a ver, não mesmo… por isso, disfarço e fixo a atenção na frase:

”E todavia, em certos momentos da história, (…) é o representante imenso do direito humano. Quer a liberdade, a fecundidade, a força, a lei. (…)”

Depois de alguma luta com o corretor gramatical a insistir na colocação de uma virgula logo a seguir ao “E” inicial, dispensável para Eça senão tê-la-ia posto, penso alto: -Ah, algo de positivo!

Pronto e aqui fui atirada para as palavras de Giulia Be a dançar ao ritmo de “chiquita suelta”- a liberdade-, o “Vai ter de superar-á-á-ar”- a força, “Óh meu Deus, tende Piedade de nós”- a lei, e o brotar da própria obra criativa de uma fonte aparentemente inesgotável e para mais energética– a fecundidade.

giulia be.png

Giulia Be

 

E concluí:

Isto na vida das pessoas famosas e, ou, bem-sucedidas e, ou, talentosas, parece existir a concomitância destes fatores: liberdade, força, lei e fecundidade.

 Haja energia, para além de alegria, neste dia da Cotovia ( e no vosso), ao ritmo de musica pop, porque não?!

P.S.

A vida é sempre aquela dança, onde não se escolhe o par. Por isso às vezes ela cansa, e senta um pouco para chorar."

de Chico Buarque

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos recentes

Vôos de Outras Aves

Calendário

Julho 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Voar ao calhas

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub