Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

23
Jun24

Tanka de Domingo


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20240623_114039.jpg

Tanka {Versão em Português}

 

sol que vem libertar a alma

 

na pureza côncava

é líquida a superfície

de antiga baixela

 

poeira em luz de verão

vive em tónica imperfeita

 

Este tanka é inspirado na tradição de Masaoka Shiki, uma figura central na poesia japonesa moderna. No final do século XIX, Shiki revolucionou as formas do haiku e do tanka ao enfatizar a observação e a beleza da natureza e do quotidiano simples e imediato. Na sua curta vida, e em função da doença e limitação física, permaneceu muito tempo no seu pequeno quarto, de onde tinha vista para um minúsculo jardim. Dos 26.000 haikus que escreveu, a maioria retratou o imediato contexto físico e também as visitas de amigos, da sua irmã e da sua mãe.

Neste tanka, o título complementa o poema, refletindo uma interpretação contemporânea deste formato, que me apaixonou após uma certa estranheza inicial pela sua característica forma minimalista e sucinta.

Espero que gostem deste tanka, num exercício poético de como ele pode existir no século XXI, numa interpretação que tem muito potencial para o praticante poder ver o mundo com foco nos mestres da antiguidade, numa luz renovada.

 

Não sei se partilham deste encantamento pelo tanka, Pessoas, nem quais sentimentos ou imagens este, e no geral, os Tankas vos proporcionam. Compartilhem as vossas impressões e pensamentos nos comentários, serão muito bem-vindos.

Viva a poesia, e viva a dinamização de todos os formatos, da aldravia ao tanka, do haiku ao villanete, do soneto ao verso livre, das ecfrases à prosa poética!

Feliz Domingo, o primeiro deste Verão 2024!

IMG_20240623_114039.jpg

#Tanka #Haiku #Poesia #PoesiaJaponesa #MasaokaShiki #TankaModerno #PoesiaSéculo21 #ComunidadePoética #PoetasDoInstagram #PoesiaNatureza #PoesiaEstacional #PoesiaMinimalista #ArteLiterária #AmantesDaPoesia #InstaPoesia #ComunidadeDeEscritores #PoesiaContemporânea #LuzDoSol #LuzDePoeira #LouçaAntiga #PoesiaDeObservação

08
Jun24

A Mulher e o Amor


Cotovia@mafalda.carmona

 

Mulher Em Poema

{Soneto em verso heróico com estrambote}

**

Bem viver versa uns poucos requisitos;

Primeiro, quanto baste de euforia,

Depois, dar ensejo à filosofia,

E a alma fortalecer dos mais afoitos.

*

Tem ainda escondida outra riqueza:

Os cépticos transforma em bons convictos,

Dá à Mulher tesouros infinitos,

É partilha em milagres de poesia.

*

Mesmo em banal sina do dia-a-dia,

No olhar, na mente e em todos os sentidos,

É um processo em perfeita alquimia.

*

Perdoem quem vive assim em delícia,

Em corpórea luz, consentida paz,

Risca o fósforo ardente em melancolia. 

*

Se a ingenuidade vive da esperança,

O azul terreno mora no poema,

Casa amparada em forte confiança.

**

@mafalda.carmona 07.06.2024

 

Olá Pessoas! 

 

Edição do Instituto Cultural de Évora, uma Colectânea especial que vai de certeza captar a vossa atenção com poesia dedicada à Mulher, intitulada "A Mulher e o Amor". São muitas vozes que incluem a minha participação com um soneto, o que me deixa muito feliz, e muitos nomes que vão reconhecer entre elas da nossa querida Mª João Brito de Sousa do blogue poetaporkedeusker e o José do blogue Cheia.

Com prefácio de Ana Rosado, tenho a certeza de que será uma leitura que vai ser entusiasmante deste a primeira linha, sigam pelo link para lerem, é gratuito e seguro, aqui.

Espero que gostem!

Para ler, é fácil e gratuito, sigam o link que partilho nas stories, para o Recanto das Letras, com confiança para conhecer todas as vozes poéticas que fazem parte da publicação, entre elas a minha, com o soneto, "Serás Tu", e assim descobrirem quais os 14 versos deste poema.

Espero que gostem, envio também um parabéns a todas e todos os autores e autoras, assim como ao @ice.evora o meu muito obrigada a Tod@s!

Em sequência da publicação do Instituto Cultural de Évora - ICÉ- da Colectânea "A Mulher e o Amor", em celebração da Mulher e do Amor em amizade, surgiu o  soneto que vos apresento hoje "Mulher em Poema" com estrambote, uma pequena excentricidade, que espero recebam como sinal da minha admiração por todas vocês e pela escrita em poesia e prosa no feminino.

Viva a Mulher, viva o Amor, viva a Poesia!

21
Mar24

Desafio


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20240321_101951.jpg

(*)

"Lembra-te que, no fim, são os nossos desafios que nos redimem."

Mark Rowlands

Olá Pessoas, neste dia Mundial da Poesia, celebramos todos os Poetas, mesmo os que insistem em negar que o são. Ao início também eu o neguei, mas depois de pensar sobre o assunto, cheguei à conclusão que está espelhada no mote do Blogue da Cotovia e Companhia "Nascemos Poetas. Só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo.".

Mais tarde, ainda reflectindo sobre o assunto, sinto que há necessidade de trazer ao de cima todos os poetas tímidos, até mesmo os maus poetas. Precisamos de todos, pois ver o mundo através da Poesia é fundamental para criarmos pontes entre todos que nos aproximem entre as diferenças no caminho para a Paz.

 

Acredito profundamente que a Poesia é um meio de podermos tornar o Mundo um local melhor, mais fraterno e pacífico.

Por isso, se achas que não és poeta, pensa duas vezes, vê o amor e a dedicação que pões no que fazes, na forma como amas quem te rodeia, como te exprimes e comunicas com respeito e amizade, pois isso é Poesia. Sempre que alguém se lembrar de ti com carinho, sempre que uma palavra ou um gesto teu tiver tocado alguém, isso é Poesia. 

E, também existe na contestação, no teu quotidiano, sempre que te exprimes. Se levares as tuas emoções nas asas das palavras, então deixas registada toda a Poesia que mora em ti. Se um dia, tal como o Padeiro faz um pão e alguém lho paga, te tornares Poeta de papel passado: Parabéns! Mas se isso nunca acontecer "lembra-te que, no fim, são os nossos desafios que nos redimem."

E  diria que, também nos definem.

 

Para finalizar este postal , tenho uma pergunta relacionada com esta citação do Mark Rowlands:

O meu desafio é ser poeta, e o teu?

 

E, para celebrar esta estação, que é de renovação em que a natureza nos brinda com a vida mais pura, fica aqui um Soneto, espero que gostem.

 

Primavera Meu Amor
{Soneto Hendecassílabo}

**

Sonho o teu adeus, querida amendoeira,
Emoção de Março em seda acetinada.
Primavera em versos, flor imaginada,
Noctívaga voz, escrita na poeira.

*

Clarão de candura em lição mensageira
Vida efémera em vão és cantada.
De etérea brisa vens iluminada,
Brilhando ao luar, promessa passageira.

*

Explosão de estrelas, nudez serena,
Sem saber da guerra, segues leve e plena,
De irreal paz, vestes o meu respirar.

*

Em nuvens de pétalas cravadas no ar,
Choro a tua dor, dura fragilidade,
Perco-me na aurora da felicidade.

**

Texto| Poema | Fotografia 

Mafalda Carmona

20.03.2024 | 18:10 hr

#soneto
#primavera
#fragilidade
#poesia
#cotovia
#cotoviando
#poetando
#meuamor

 

Dia muito feliz para todas vós Pessoas, Viva a Poesia!

Beijinhos e Abraços, Pessoas, Vivam a Poesia, Coragem!

12
Mar24

O Lobo...


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20240312_172320_336.jpg

O Filósofo e o Lobo

{Leituras}

 

Olá Pessoas!

Deveria ter feito uma publicação ontem, segunda-feira, como habitual, perguntam? E eu respondo: sim, devia, mas fiquei em reflexão pós eleições, tendo já despendido tempo real para a reflexão pré-eleitoral, desta feita e em resultado dos resultados (desculpem a evidente redundância), nada como refletir sobre o ser humano.
E perguntam novamente vocês Pessoas, então e porquê isto do lobo?

Pois parece que o escritor e filósofo Mark Rolands (1962), bretão, perdão, com local de nascimento no País de Gales, a viver actualmente em Miami, é que tem a culpa pois dedica grande parte do seu tempo a pensar sobre a filosofia da mente e o estatuto moral dos animais não-humanos. Talvez aqui este texto comece a fazer sentido para vós, Pessoas.

Assim, reconstruí as primeiras páginas do livro (uma outra forma de dizer que fiz copy-paste, ou seja, cortei e transcrevi ou copiei para aqui com o intuito de vos apresentar esta obra) e como resultado aqui está este resumo.

Este excerto d'O Filósofo e o Lobo" publicado inicialmente em 2008, sendo o meu exemplar uma sétima edição (adoro o número 7, como as sete vidas do gato e também, parece, de Saramago) datada do ano de 2020, não dispensa a leitura do seu original. Para ficarem a par do contexto, o escritor propõe falar sobre "o que a selva nos pode ensinar sobre o amor, a morte e a felicidade":

 

"Punha-se a um canto da sala a dormitar...
Debitava uma cantilena sobre um filósofo
ou filosofia...
Levantava-se e punha-se a uivar
O que significa ser humano
Criamos civilização
Sermos capazes de distinguir o bem do mal
Capazes de ser bons ou maus
Nossa singularidade é a capacidade de amar
Ter a noção de que vamos morrer um dia
Simplesmente contarmos histórias
E acreditarmos nelas
Seres humanos animais crédulos
Da credulidade à hostilidade, um pequeno passo

As histórias têm o lado negro
Cada história lança uma sombra
Escondida por detrás da mensagem
Para passar por cima
Aspectos que em nós não nos agradam
O lobo é o lado negro da humanidade
Irónico a nível etimológico
Lukus, lobo, leukus, luz
Eram muitas vezes confundidas
Apolo foi o deus do sol e deus dos lobos
O lobo é a clareira na floresta
Nós estamos na sombra do lobo
Observarmo-nos a partir dessas sombras
É aquilo que não queremos saber sobre nós."

Mark Rowlands
em, O Filósofo e o Lobo

E assim, aqui vos deixo esta reflexão, com votos de continuação de boa semana!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos de Outras Aves

Calendário

Julho 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Voar ao calhas

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub