Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

07
Ago23

Ser...#2


Cotovia@mafalda.carmona

8a02dd18-8bdc-41c5-8140-554d97f7f213.jpg

(2) Z... Ser Z... Z de:

 

Zéfiro,

Zeloso.

Zodíaco,

Zoomórfico.

Zeus,

Zangado.

Zebra,

Zoológico.

Zero,

Zircão.

Zangão,

Zínia.

Zigurate,

Ziguezague.

Zénite,

Zoom.

Zarro,

Zorro.

Zanzibar,

Zarpar.

Mafalda Carmona

07.08.23 | hr. 07:03

  • Aqui fica mais este postal de segunda-feira "Ser..." , desta vez calhou a letra Z, porque há quem no ninho me queira tão bem que resolveu deixar correr o abecedário até mais não, e logicamente terminou no Z. Foi tarefa difícil, desde logo porque, como já tivemos oportunidade de verificar nos jogos que utilizam as letras do alfabeto, para todas as classes, objectos, nomes de países, animais, nomes de pessoas, é uma das letras mais exigentes, e até inexistente, por exemplo para frutas, não existem frutas começadas por Z...

Já na física e matemática, a letra Z, está bem representada na unidade para a impedância, na dimensão do sistema cartesiano na terceira coordenada, e outras convenções, mas, normalmente, este tipo de classificação não entra nos jogos, assim como é, ou será, difícil incluir estas palavras numa poesia ou numa prosa poética, mas aqui fica a ideia de um desafio de física/matemático/poética para uma próxima oportunidade.

Assim, não é de espantar a "minha" descoberta de que a percentagem de palavras em língua portuguesa iniciadas com a letra Z é de apenas 4,57%.

No entanto, tenho a referir que quanto a nomes tive uma professora de física de nome Zita, conheci uma Zulmira, bordadeira de mão cheia e perícia, e recentemente é recorrente ouvir o nome Zara, e ainda o personagem Zacarias.

Também descobri outras coisas sobre a letra Z:

"A Letra Z (zê) é a vigésima sexta letra e última do alfabeto português e é também a vigésima primeira e última consoante, tem origem no alfabeto fenício com o nome Zain e significava arma, sendo a sua representação gráfica através da figura de uma adaga (espada pequena). Na antiga Grécia a letra foi rebaptizada de Zeta e o seu desenho assemelhava-se mais com um I maiúsculo de que a um Z. O Zeta também foi utilizado pelos etruscos, porém, tal como aconteceu com a Letra Y, apenas aparece na linguagem latina após a conquista da Grécia pelos romanos."

 

Mas a descoberta mais engraçada e verdadeiramente surpreendente foi a do Zarro.

O Zarro é um primo afastado, pato-bravo, que de acordo com o dicionário Priberam e a Infopédia existe em "Portugal, nos meses de inverno e se caracteriza por atingir cerca de 50 cm de comprimento, tem bico escuro, cabeça vermelha, pescoço preto e dorso cinzento-claro, sendo que também dá pelo nome de cabeça-ruiva, tarrantana" e.. fiquei pasmada, caturro!

Pois então será esta a origem onde a Cotovia foi buscar a sua caturrice, embora só de vez em quando, em situações em que está presente a senhora dona impaciência (que rima com impedância)...!

(2) É por isso que a fotografia que acompanha este postal é a desse Zarro, e mais informações podem ser obtidas na ligação para o site NaturaPT, onde podem ver esta e outras fotografias do Zarro.

E com estes pares de Z's vos desejo uma excelente segunda semana do mês de Agosto, Pessoas! Estejam de férias, em trabalho, em descanso, que corra tudo bem e em alegria, são os desejos da Cotovia! Haja Saúde, venha e Paz e... Viva a Poesia!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos recentes

Vôos de Outras Aves

  • Isabel Paulos

    Ai, as modernices de mulheres histéricas que vêem ...

  • cheia

    Mais um excelente conto, sobre um tema, que, infel...

  • imsilva

    Belas palavras que enganam com uma mensagem trágic...

  • Maribel Maia

    Bela partilha!!! Boa semana.Beijinhos!!

  • M

    Que belo conto, com uma ""reviravolta"" no final q...

Calendário

Fevereiro 2024

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829

Voar ao calhas

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub