Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

29
Nov23

Uma Flor para Rodolfa


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20231129_200659.jpg

 

Uma Flor para Rodolfa

{Soneto para Rodolfa}

**

Uma rosa única, faz a história,

Não pela beleza, mas p'la lealdade.

Meiga, de entusiasmo sem idade,

A imagem perene em perfeita memória.

*

Sentiste, viveste, exemplo persistente,

Todo o amanhecer era em sol radiante.

Na origem perdida no tempo distante,

Sempre, na manhã da saudade, vibrante.

*

Nos dias malhados, quase inverno baço,

Congelaste a música, tom iridiscente,

Coração de luz que vive eternamente.

*

Foi um pequeno mundo num alegre espaço,

Concretizada aventura em ternura,

A mais incrível e querida ventura.

**

Mafalda Carmona

29.11.2023 | 20:02 hr

IMG_20231128_174429.jpg

Rodolfa 12.01.2010- 26.11.2023

28
Ago23

Flores de Areia

{Fotografia e Soneto Hendecassílabo}


Cotovia@mafalda.carmona

FB_IMG_1693189075453.jpg

 

(1) Flores de Areia

**

Cobre o teu rasto impassível e inerte,

Corre rápido o compasso outrora teu.

Apaga o caminho que Deus não concedeu,

Marca o tempo entre o fado e a triste sorte.

*

Já não está em ti mas solta no vento,

Saudade ao longo da praia se estende,

Deserto em glória que não se entende,

Na memória que embala o desalento.

*

O pranto mudo foi teu direito, sim,

Recebido em sina de dias contados,

No silêncio entre o princípio e o fim.

*

Lágrimas decalcadas em quente amor,

A tua coroa é flor de outras campas,

Descanso partilhado em eterna dor.

**

Mafalda Carmona

28.08.23 | hr. 07:15

(1) Fotografia de Mafalda Carmona, Lagoa de Albufeira, Sesimbra, 30.09.22

01
Jun23

Crianças do Mar

Editado


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20230601_071730.jpg

(*) Crianças do Mar 

**

Nas ondas pequeninas do vasto mar,

Mora a tranquila doçura da saudade,

Onde se aninha a minha ingenuidade,

Nesta mesma areia, neste mesmo ar.

*

Correm na calçada da Vila Cidade,

Para rápidas, na água mergulhar,

Com braçadeiras coloridas, nadar,

E os pezinhos, só conhecem liberdade.

*

No fim da tarde as sombras fazem dançar,

Em mergulhos, piruetas de encantar,

Nos baldes, sonhos mil irão transportar.

*

Na noite, p'los pirilampos embaladas,

Seus sorrisos são galáxias douradas,

Luar e estrelas, nas faces bronzeadas.

****

Mafalda Carmona

(Soneto em verso hendecassílabo)

01.06.23 00.20h (editado 11.30h)

IMG_20230601_072014.jpg

(*) Olá Pessoas, hoje partilho estas fotografias e o poema em formato de soneto como referência ao dia de hoje, Dia da Criança onde podemos celebrar a criança que fomos e somos. Na primeira fotografia está um dos meus netos na praia, e esta menina sorridente sou eu quando tinha cerca de 4 para 5 anos, sendo que agora já sou avó, a fotografia final é do avô, nada mais justo, quando também era pequeno e andava lá pelas paisagens das terras do Alentejo.

Um feliz dia para todas vós, Pessoas!

IMG_20230601_072231.jpg

 

02
Nov20

A saudade...

Dia #9/100


Cotovia@mafalda.carmona

...e o Amor ...

  • Entre o ontem e o hoje, dois acontecimentos opostos, embora complementares, marcaram estes dias. Ontem, dia 1, felizmente, a data de festejar mais um aniversário. Os "presentes" foram todos vocês a surpreenderem-me de forma amiga, a vencerem a distância, e a fazerem do dia de aniversário um momento muito especial.

Hoje, infelizmente, faleceu um familiar de uma amiga.

Nos dois dias, tão diferentes, uma coisa em comum: o amor.

Porque tal como é o amor que dá sentido a um aniversário, é o amor que nos conforta quando sofremos uma perda e nos ajuda a superar o sofrimento, a dor, o frio, o medo e a aflição desse momento.

silencio.jpg

 

Mas, o amor, também é saudade. O amor também nos deixa sem palavras, e é necessário tempo para, talvez, aceitar o silêncio que fica quando alguém parte, porque com tempo, muito tempo,  talvez, essas memórias deixem de doer tanto, pois é praticamente impossível superar completamente a perda, mas, talvez, possamos tentar honrar a memória dos entes queridos ao lembrar que jamais desejariam ver essa perda como prejudicial para a nossa vida de forma permanente e definitiva e que desejam a nossa felicidade.

Avião sem asa, fogueira sem brasa, sou eu assim sem você. Futebol sem bola, piu-piu sem franjola, sou eu assim sem você. Por que é que tem de ser assim?"

Adriana Calcanhotto

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos de Outras Aves

Calendário

Julho 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Voar ao calhas

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub