Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

13
Set23

Transformação


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20230913_084310.png

Novo visual ou layout ou isso da imagem e assim

 

  • Olá Pessoas! Bom dia! Bem vindos à Ilha da Cotovia, lugar de Poesia neste postal intitulado... Transformando ou... Regressando!... ou aterrando... ou Cotoviando! Associados ao mês de Setembro estão os recomeços, as transformações, por isso a Cotovia vai aproveitar a boleia e abraçar um novo destino de vôo... mas claro, vou continuando por aqui, e por ai, nos vossos blogues todos, eu mais meu esvoaçar e comentários longos ;)

 

Assim, após um ano como Cotovia em que andei poetando, vou partilhar essa experiência em poesias no Instagram e também no Facebook e no SAPO Blogs.

 

Serão 12 meses de poesias e fotografias.

 

E... começou com as primeiras publicações a dia 12 de Setembro de 2023. Hoje partilho em simultâneo este postal poético, "Ilha da Poesia" nas três plataformas. 

 

O formato é, sobretudo, visual, numa contribuição para espalhar a poesia por esse Mundo fora, para chegar ao maior número de Pessoas!

 

A fotografia é de @_carmona.ph_

Espero que gostem!

Continuação de uma excelente semana para todos vós, boa quarta-feira Pessoas... e... Viva a Poesia!

05
Set23

A Guerra dos Kens

Participação da Catatua Maia


Cotovia@mafalda.carmona

margot-robbie-como-a-barbie-no-filme-de-greta-gerw

Participação especial da Catatua Maia

  • Olá Pessoas, hoje a Cotovia tem um postal especial com a participação da Catatua Maia. E não é a Abelha Maia, não, nem faz previsões astrológicas... é mesmo a Catatua -acrescento fotografia no terminus do texto, onde aliás lhe chamam cacatuia- e como apreciadora de coisas cinéfilas foi ao cinema e partilhou comigo as suas impressionantes impressões, e eu partilho-as agora aqui convosco, nesta segunda feira que desejo fantástica, e o início de uma boa semana, a primeira do mês.

 

Atenção!!! O texto da Catatua contém spoilers, por isso, cumpre-me a tarefa de anunciar "Alerta Spoiler" para que, se não viram o filme, possam decidir se querem continuar a leitura deste postal...

 

Assim, com esta ressalva, aqui fica "A Guerra dos Kens", espero que gostem e, tendo esta colaboração nascido no decurso das férias da Cotovia, quem sabe a Catatua veio para ficar, mesmo agora que o verão está a acabar e Setembro chegou? Ou será que é como ditado, amizades de verão leva-as o final da estação? (Não tenho a certeza se o ditado é assim... suspeito que mais uma vez alterei ou desvirtuei a rima...)

 

A Guerra dos Kens:

Finalmente consegui ir ver o filme "Barbie"! Estava desejando ver o filme, porque a Catatua é super fã da actriz Margot Robbie desde que viu o Tarzan, e talvez a tenham visto no "Esquadrão Suicida", mas, ainda assim, foi difícil convencer o par da catatua ver este filme…

 

E... adorei!

Apostando no exagero de Rosa, para mim nada exagerado, mas percebo que para alguns possa ser, porém temos de nos reportar ao mundo Barbie, faz-nos reflectir sobre como é ser mulher hoje em dia, mas também sobre as relações e a organização da sociedade.

 

A Barbie foi criada para ser uma mulher independente.

Isto numa altura em que seria preciso pedir autorização ao marido ou aos pais, ou até ao periquito, só para ir ali à esquina… alguma figura masculina detinha o poder de determinação daquele ser humano, só porque nasceu mulher. No entanto, a Barbie até Presidente pode ser, uma realidade que ainda não tem expressão no mundo real pois mesmo que a partir de hoje mais nenhum homem fosse presidente seriam necessários, provavelmente, centenas de anos para se atingir a igualdade numérica, mas isto é uma catatua a falar, que nada sabe e não está na posse de todos os números, factos e estatísticas dos humanos.

 

Mas, pude ver que no mundo cor-de-rosa da Barbie, o Ken é um acessório que existe na dependência da Barbie, e terá, no contexto do filme, menos importância do que a Casa de Sonho da Barbie.

 

A Barbie, por outro lado, tem uma vida preenchida e muitas coisas a fazer:

Ser astronauta, salvar pessoas, liderar um tribunal, entre outras. O Ken pode esperar, ninguém sabe muito bem onde, pois não lhe é conhecida morada… Na casa de sonho é que não é… essa é só das Barbies! Ora bem, esta era a realidade do Ken até conhecer o mundo real, o patriarcado e a policia a cavalo. O mundo real o que gerou muita confusão na sua cabeça e mistura de conceitos.

 

Podemos imaginar o que se passou na cabeça do Ken, apenas imaginar, pois não passo de uma Catatua, mas deve ter sido uma valente colisão entre os mundos. A Barbie estereotipada da Margot demora-se um pouco mais por cá, porque no mundo real tudo para as mulheres demora mais tempo, e de modo, não tão metafórico quanto isso, tentam enfiar a mulher na caixa, enquanto tenta cumprir a missão impossível de tudo e nada ser ao mesmo tempo e sempre com a melhor das caras.

Exactamente como uma Barbie sorridente acabada de sair da fábrica

 

No entanto, apesar de a quererem voltar a por "na caixa", a Barbie lá consegue regressar ao mundo das Barbies… e o mundo mudou… na verdade está igual, mas ao nosso… Barbie Estereotipada cai no desespero… afinal, o que pode ela contra o patriarcado?! É que nem sequer é a Barbie astronauta, médica, juíza, física… Mas a verdade é que a Barbie não está sozinha, há todo um mundo de Barbies, e a união faz a força. Assim, resta saber como distrair os Kens e repor a república das Barbies.

 

A resposta é a Guerra dos Kens.

Virar os homens uns contra os outros não foi tarefa difícil porque os Ken querem tudo para si. Já tinham controlado as Barbies e agora queriam ter poder sobre os outros Kens e as Barbies a que estes tinham acesso: “Amigos, amigos, Barbie à parte”.

 

Os Ken vão com tudo o que têm, não é muita coisa, porque o mundo da Barbie é pacífico, mas lá conseguem que a vontade é que importa. Assim que chegam ao poder querem mais poder e nada melhor que uma batalha, mais uma semelhança com o mundo real.

 

O filme transmite uma importante mensagem relativa ao género.

Não somos iguais fisicamente, biologicamente mas deveríamos ser em direitos. O que é válido para o mundo da Barbie, mas sobretudo no nosso mundo - o mundo real.

 

E se o nosso cantinho "à beira mar plantado" até nem é o pior lugar do mundo para se ser mulher, são frequentes as desigualdades de acesso a educação, remuneração, acesso a cargos superiores e até saúde. E se nos reportamos ao contexto mundial, ainda é mais gritante esta diferença.

 

A Barbie teve um papel muito importante quando foi criada. Regressa agora para nos lembrar que ainda há muito caminho a percorrer.

medium.jpg

(foto daqui: https://www.biodiversity4all.org/taxa/119157-Cacatuidae)

P.S.

No decorrer da leitura do texto da Catatua, que me foi entregue na segunda feira, quando editei mas por força do regresso ao trabalho, só pude publicar hoje, lembrei de que nunca tive Barbies, mas uma Nancy, e quando uma das filhas me pediu uma delas, especificamente a Barbie Oceano, acompanhada da sua baleia orca com nome de "pet", fiquei muito espantada com a existência de todo um mundo de Barbies que ao contrário das Nancies, podiam fazer outras coisas que não fosse vestir roupas num closet cheio de armários e malitas ou em alternativa estarem numa cozinha rodeadas de tarecos, tachos e afins. (Deixo aqui a foto dessa primeira Barbie aqui no ninho). Quando foi a vez da outra filha pedir bonecas, foi uma Bratz.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, pois é mesmo disso que se trata para alcançar a Igualdade e Fraternidade a par da Paz: Vontade!

24f27bad15d16b7bbd8493130c71e52b.jpg

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos de Outras Aves

Calendário

Dezembro 2023

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Voar ao calhas

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub