Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

16
Jun23

Encantos

Sexta-feira


Cotovia@mafalda.carmona

FB_IMG_1686843900084.jpg

(1)

A menina, de seu nome Sexta-feira, vivia numa caixinha de fósforos de gaveta aberta, coberta por uma folha de castanheiro a formar um toldo sobre um espaço cheio de almofadas feitas em pétalas de rosa, espalhadas pelo chão, onde se deitava para ver as nuvens passar. Nelas via todos os animais que conhecia, e, ainda, uns monstrinhos que não conhecia, mas entendia ver enquanto esperava não os vir a conhecer. Perto, passeando pacatamente, estava a joaninha voadora, pronta para a levar de volta para o toco da árvore, logo ali acima, onde era o seu lar...

E a história continua mas não vos quero maçar, Pessoas!

Mas posso dizer-vos que levei a minha tarefa muito a sério, até fiz uns desenhos, não de todo originais, mas baseados nas figuras e bonecos animados de que as filhas gostavam, e geralmente adaptava-os para corresponder às expectativas. Fica aqui a partilha do esboço da história desta intrépida menina de roupa encarnada e óculos de aviadora, pronta para voar pelo mundo fora em muitas aventuras desafiadoras!

1686841988291.jpg

(2)

Lembrei-me dela pois comecei a imaginá-la, faz muitos anos agora, quando as minhas filhas eram pequenas, aos meus olhos e aos de todas as Pessoas, sendo que agora já crescidas aos olhos dos outros, não importa se já nos "intas", para mim continuam as mesmas meninas de olhos redondos e palmeirinhas nos cabelos, de quando tiravam a fotografia em dia de festa, nos anos noventa do século passado.
 
Não que queira viajar no tempo, voltar atrás, ou sequer que seja saudosista, mas a verdade é que agora já com filhos da minha filha, as memórias desse tempo passarão a ser as memórias que irão ser passadas para as futuras gerações. E é assim que os encantos são e moram no nosso coração sorridentes e felizes, que é como os queremos recordar.
 
E porque de encantos estou a falar, podem perguntar?
 
Porque encontrei nesta página de caderno antigo, finalmente, a tal referência às mouras encantadas, de que já vos tinha falado em outros postais, e que aqui reaparece na parte do texto em caligrafia miudinha, de quando ainda via muitíssimo bem ao perto.
 
Parece que, decifrando as pequenas formigas que são estas letrinhas, a fonte desta informação terá sido "Lendas e crenças do nosso povo, as mouras e os encantos":
 
 
" (...) Os "encantos" vivem no meio de penhascos elevados, por vezes em bosques e nas ruínas de construções antigas. Os encantos e as mouras andam quase sempre ligados, e raramente o povo os destrinça. Os encantos e os mouros são os guardas de fabulosos tesouros escondidos na terra. As mouras nada tem a ver com esses tesouros, estão encantadas em árvores ou em rochas por males de amor.
Os encantos mais conhecidos são os encantos da Califórnia, a leste da Vila, junto à praia. Aparecem de noite, quando não há luar, mas só se mostram se a pessoa vai só. São pequeninos como crianças, de cor escura, e trazem na mão três bolas de ouro, que por vezes ofertam a quem os encontra. (...)
Até se conta que vive uma moura junto à fonte da praia da Califórnia, e que essa moura, muito bela, teve certa noite uma criança junto dessa fonte."
 
Existem outras lendas relacionadas com os encantos, e algumas delas com fabulosos tesouros anunciados, ou denunciados, por arco-íris na Baía de Sesimbra, e terá sido por isso que as flores, as Íris, foram alvo de pesquisa:
 
"Íris: deusa grega alada, Íris transporta as mensagens de Zeus e Hera sobre a terra, e reconhecemo-la sempre que aparece um arco-íris no céu, simbolizando a união
da terra ao céu. Esposa de Zéphyr, o vento do Oeste, Íris é uma viajante com as suas pétalas em forma de asa panorâmica. É ainda conhecida como a mensageira, de tal forma que ainda hoje quando se avista um arco-íris, na crença popular, é sinal de boas notícias, fortuna e boa sorte."
 
Parece que a inspiração não parou aqui nas pesquisas e como uns assuntos chamam os outros, fui parar a outra flor, o milefólio, e a uma extraordinária e surpreendente "receita" para identificar o futuro, ou futura, companheiro/a...em sonhos. Vou tentar não fazer nenhuma alusão à completa subjectividade do processo, apenas transcrever, e deixo ao vosso critério a utilização desta receita, ou não, devo referir que nunca a experimentei, e por isso não posso dizer se funciona ou não, e também clarificar que estão por vossa conta e risco!
 
" Apanhe um ramo de milefólio em flor, (atenção agora) numa manhã, de uma sexta-feira (pode ser hoje, portanto), depois de o secar (ah, vai levar algum tempo), coloque-o dentro de um saquinho debaixo da almofada e diga as seguintes palavras ( atenção máxima!):
"Erva tão bela, milefólio é o seu nome singular; quem meu verdadeiro amor será, diz-me ao acordar, e logo saberei quem é a pessoa amada, aquela que me está destinada".
 
E mai nada, Pessoas!
Uma boa sexta-feira, bom fim-de-semana!
 

Achillea_millefolium_4.jpg

(1) Fotografia do Castelo de Arraiolos, de Mafada Carmona

(2) Desenho e texto de caderno de apontamentos, de Mafalda Carmona

(3) Fotografia milefólio, fonte Wikipédia

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos recentes

Vôos de Outras Aves

Calendário

Março 2024

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Voar ao calhas

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub