Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

{Cotovia} e Companhia

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

Olá Pessoas! Bem-vindas ao blogue da Cotovia onde (m)ando {cotovia}ando! Sigam a cor deste vôo: "Nascemos poetas, só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo." @mafalda.carmona

{Cotovia} e Companhia

17
Mai24

Olga


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20240407_162841_922.jpg

 

Código d'Olga Roriz*

{Soneto em verso hendecassílabo)

**

"Antes que eles matem elefantes", danças.
Balanço na matança dos que oprimem,
Conflito humano onde se estabelecem,
Ária improvisada em Maria Callas.

*

Vida em retrospectiva, olhar d'improviso,
Leve e sofrida, em mágica criação,
Forte emoção, sentida em expiação,
De Olga, heroína, a infância encerra em si.

*

Na vontade operária, a livre lágrima,
Sublimação da mundana arte cinética
Mar avassalador, jogo e alma em esgrima.

*

Razão descompassada, em melancolia,
Borboletas nadam no ventre, arritmia,
Excelência absurda, em Mulher poesia.

**

@mafalda.carmona
07.04.2024 | 16h03m


*Inspirado em palavras de Olga Roriz 69 min, apresentado por Mares do Sul, VO, categoria Biografia, Investigação e História, transmissão na RTP3 em 6/Abril, 22h03m.

@olgaroriz
@olgarorizcompanhiadedanca
@rtp_2

#olgaroriz
#olgarorizcompanhiadedanca
#olgarorizdancerandchoreographer
#poesia
#soneto
#codigo
#honra
#bravo
#brave
#dança
#dance

21
Mar24

Desafio


Cotovia@mafalda.carmona

IMG_20240321_101951.jpg

(*)

"Lembra-te que, no fim, são os nossos desafios que nos redimem."

Mark Rowlands

Olá Pessoas, neste dia Mundial da Poesia, celebramos todos os Poetas, mesmo os que insistem em negar que o são. Ao início também eu o neguei, mas depois de pensar sobre o assunto, cheguei à conclusão que está espelhada no mote do Blogue da Cotovia e Companhia "Nascemos Poetas. Só é preciso lembrá-lo. Saber é quase tudo. Sentir é o Mundo.".

Mais tarde, ainda reflectindo sobre o assunto, sinto que há necessidade de trazer ao de cima todos os poetas tímidos, até mesmo os maus poetas. Precisamos de todos, pois ver o mundo através da Poesia é fundamental para criarmos pontes entre todos que nos aproximem entre as diferenças no caminho para a Paz.

 

Acredito profundamente que a Poesia é um meio de podermos tornar o Mundo um local melhor, mais fraterno e pacífico.

Por isso, se achas que não és poeta, pensa duas vezes, vê o amor e a dedicação que pões no que fazes, na forma como amas quem te rodeia, como te exprimes e comunicas com respeito e amizade, pois isso é Poesia. Sempre que alguém se lembrar de ti com carinho, sempre que uma palavra ou um gesto teu tiver tocado alguém, isso é Poesia. 

E, também existe na contestação, no teu quotidiano, sempre que te exprimes. Se levares as tuas emoções nas asas das palavras, então deixas registada toda a Poesia que mora em ti. Se um dia, tal como o Padeiro faz um pão e alguém lho paga, te tornares Poeta de papel passado: Parabéns! Mas se isso nunca acontecer "lembra-te que, no fim, são os nossos desafios que nos redimem."

E  diria que, também nos definem.

 

Para finalizar este postal , tenho uma pergunta relacionada com esta citação do Mark Rowlands:

O meu desafio é ser poeta, e o teu?

 

E, para celebrar esta estação, que é de renovação em que a natureza nos brinda com a vida mais pura, fica aqui um Soneto, espero que gostem.

 

Primavera Meu Amor
{Soneto Hendecassílabo}

**

Sonho o teu adeus, querida amendoeira,
Emoção de Março em seda acetinada.
Primavera em versos, flor imaginada,
Noctívaga voz, escrita na poeira.

*

Clarão de candura em lição mensageira
Vida efémera em vão és cantada.
De etérea brisa vens iluminada,
Brilhando ao luar, promessa passageira.

*

Explosão de estrelas, nudez serena,
Sem saber da guerra, segues leve e plena,
De irreal paz, vestes o meu respirar.

*

Em nuvens de pétalas cravadas no ar,
Choro a tua dor, dura fragilidade,
Perco-me na aurora da felicidade.

**

Texto| Poema | Fotografia 

Mafalda Carmona

20.03.2024 | 18:10 hr

#soneto
#primavera
#fragilidade
#poesia
#cotovia
#cotoviando
#poetando
#meuamor

 

Dia muito feliz para todas vós Pessoas, Viva a Poesia!

Beijinhos e Abraços, Pessoas, Vivam a Poesia, Coragem!

09
Fev24

E se... fosses orquídea?

{Desafios 1foto1texto, imsilva e Sofia do Blogue Quinjim}


Cotovia@mafalda.carmona

Autora Sofia; Blogue Quijim

(*1)

Serás Tu

{Soneto decassílabo heróico}

**

Bela orquídea envolta em preconceito,
Pela elite acusada de ignorância,
Onde reinam na mais pura arrogância,
De quem vê todo o amor como defeito.

*

Exigência em ser mais que perfeito,
Medida unicamente na aparência.
Persisti em lutar contra a prepotência,
Saibam todos: eu estou viva. Respeito!

*

Carolina Maria de Jesus.
Na favela, semente de igualdade,
Dor e infelicidades encobertas.

*

Sou escrita e poesia, sem adeus.
Para seres tu a flor em liberdade,
Flori sofrendo o céu das descobertas.

**

Mafalda Carmona

09.02.24 | 00.10 hrs

Olá Pessoas!

O postal de hoje é um desafio em duplicado, ( ou talvez até em triplicado, no final já os conto com rigor). Por um lado em resposta ao desafio da imsilva do blogue "Pessoas e Coisas da Vida" 1foto1texto, mas também da imsilva através do seu blogue "Livros Que São Amigos", a propósito de uma publicação desta semana sobre o livro de Carolina Maria de Jesus (1914-1977), "Quarto de Despejo", onde apesar de ter comentado insurgindo-me (ahah, nem sempre a Cotovia é tranquila ;), não me dei por satisfeita com o "estrago" e resolvi elaborar mais um bocadinho neste poema, ou seja um auto-desafio. E, ainda, em resposta ao desafio da Sofia, do blogue "Quinjim" decorrente da sua publicação de sábado passado sobre as orquídeas e da sugestão de ser a inspiração desta flor para um poema.

(*1)Muito importante: os créditos! A fotografia é da Sofia, está aqui e decorrente do desafio lançado incluo a fotografia neste postal que é parte integrante do post da Sofia e publicado pela sua autora no blog Quinjim a dia 3 de Fevereiro de 2024 com a seguinte nota: "Nota: todas as fotografias utilizadas neste post são de https://quinjim.blogs.sapo.pt, as flores das cymbidium, que estão em plena floração, são da minha planta e das da minha queridíssima vizinha D. Marina." 

E, ainda, tendo tido conhecimento de mais uma iniciativa do Instituto Cultural de Évora, sob o tema "A Mulher e o Amor", em simultâneo com esta partilha em post aqui na Cotovia, enviei o soneto para esta nova chamada de trabalhos de Poesia e Arte, não sei se a minha participação será aceite ou não, terei de esperar para saber qual a decisão do ICÉ, no entanto, a primeira parte está feita, enviar. Para saberem mais sobre esta iniciativa fica também aqui o excerto da chamada do ICÉ.

"O Instituto Cultural de Évora anuncia que se encontra a organizar a Coletânea de Poemas e Artes - "A Mulher e o Amor”.

Estamos a trabalhar para publicar uma obra que seja representativa da Poesia e da Arte Portuguesa da atualidade e pretendemos incluir poemas e trabalhos artísticos!

O tema deste ebook “A Mulher e o Amor”, faz referência ao Dia de São Valentim (dia 14 de fevereiro) e ao Dia da Mulher (celebrado no dia 8 de março).

Desta forma, gostaríamos de receber um poema e/ou um trabalho artístico da sua autoria, que seja sobre a temática “A Mulher e o Amor” para que possa fazer parte desta Coletânea.

Para tal, é necessário que envie, até dia 31 de março de 2024, o seu poema em formato Word, com o tipo de letra Times New Roman, tamanho 12 e espaçamento 1,5 e, no caso de ser um trabalho artístico, terá de enviar em formato PNG. Os mesmos deverão ser acompanhados do nome do autor(a), idade e país.
A coletânea não terá quaisquer custos e será publicada online em versão e-book, sendo que será universalmente possível fazer download gratuito da mesma, na editora Recanto das Letras.

O poema e/ou trabalho artístico deverá ser enviado para este mesmo e-mail: ice.antologia@gmail.com

A Mulher e o Amor.png

 

Feitos os esclarecimentos sobre os desafios, são afinal cinco, que resultaram no soneto em decassílabo heroíco, o "Serás Tu", onde incrivelmente, o nome da escritora, compositora e poetisa, é ele mesmo um verso decassílabo heróico, literalmente. Tenho de experimentar com o meu nome para ver o que dá, mas é capaz de ser um verso bárbaro.

É importante recordar que, por ocasião do nascimento de Carolina, as mulheres ainda não tinham conquistado o direito de voto, e que esse marco só foi alcançado em França logo após o final da Segunda Guerra Mundial. É intrigante também reflectir sobre o facto de que estas mulheres testemunharam as duas Grandes Guerras Mundiais, além do seu papel no esforço para a paz, e a conquista de liberdades e a queda de impérios, e qual o seu papel para as conquistas de que beneficiamos hoje.

Assim, este post é também um apelo para que todas vós Pessoas exerçam o direito de voto no próximo dia 10 de Março. Apenas um mês nos separa do exercício da liberdade em Portugal proporcionada pela Revolução de Abril, que não só assegurou direitos, mas também deveres, entre outros, a participação nas eleições.

Depois desta mini-reflexão, e concluindo que afinal são uma mão cheia de cinco inspirações para este poema de hoje, espero que gostem do soneto "Serás Tu",  e desejo, a todas vós Pessoas, céus de muitas descobertas neste fim-de-semana!

Para saberem mais sobre o desafio 1foto1texto, aqui fica a ligação para o blogue da Isabel , o  "Pessoas e Coisas da Vida".

Para verem os desafios anteriores da Cotovia:

E se... chovessem arco-íris? #1

E se... o mar fosse de tecido? #2

E se... as mesas falassem?#3

E se... a divisão não existisse?#4

E se... as letras andassem?#5

E se... fossemos sempre crianças?#6

E se... o tempo parasse?#7

E se... fossemos flores?#8

E se... a palavra tivesse dono?#9

E se... houvesse Paz?#10

E se... o Céu fosse uma prisão?#11

E se... fosses gato abandonado?#12

E se... a Vida fosse um jogo?#13

E se... a Alma for roubada?#14

E se... a Poesia fosse um jardim?#15

E se... fosses Outono?#16

E se... fosses Sol?#17

E se... fosses doce?#18

E se... fosses música?#19

Bom dia de sexta-feira, e um excelente fim-de-semana para todo(a)s!

Saúde, Paz e... Viva a Liberdade, a Poesia!

E também... Viva o Amor, neste mês de Carnaval, que será para a Cotovia uma semana de mini-férias!

Até dia 19 de Fevereiro, Pessoas!

 

 

25
Dez23

Nasceu...


Cotovia@mafalda.carmona

Albireo_a.jpg

(*)

A Estrela Menino Martir

{Soneto Hendecassílabo}

**

Estrela de fogo em época sagrada,
A que nos trará o tão sonhado alento,
Para a alma é música em doce sustento,
Como um despertar no estouro d'alvorada.

*

São cascos, madeira seca incendiada,
Vão incandescentes ao sabor do vento,
Sem se deterem um único momento,
Febre solta em alma vilipendiada.

*

Cresce no rugir de metal em brasa,
Na Terra um sinal deixa, determinada,
Torrões trespassam o ar por onde passa.

*

As pedras quebram, soltas na caminhada,
Suor corre livre iluminado a prata,
O rasgar da Estrela Rei anunciada.

**

Mafalda Carmona

25.12.2024 | 15:00 hrs

(*) imagem de Wikipedia.org para "Estrela"

P.S. A todos desejo uma continuação de Boas Festas, neste último postal de 2023 na Cotovia, votos de Boas Entradas em 2024, que seja um Ano Bom, com Saúde, Paz, Prosperidade, e Felicidade.

Bom Ano 2024, Pessoas!

{Extensivo a aves raras, despassaradas, aliens, gatos, e todos aqueles e aquelas que aqui vieram avoar, saudações para todos!}

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quem é esta Cotovia?

Sigam-me Noutros Vôos

{Instagram}

{Cotovia} Instagram Feed

{Facebook}

Ilustração Perfil @mafalda.carmona

Vôos de Outras Aves

Calendário

Maio 2024

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Voar ao calhas

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Blogs Portugal

{Cotovia} em Colectânea

Sinopse A Coletânea “ERA UMA VEZ…ALENTEJO” é uma obra que inclui poemas, fotografias, ou obras artísticas originais cujo tema e foco principal seja o Alentejo, e está abrangida no projeto europeu “Antologias Digitais”. Tendo a cidade de Évora sido recentemente nomeada Capital Europeia da Cultura 2027, faz todo o sentido homenagear não só a cidade como também toda a beleza circundante e riqueza cultural da região, e observar as maneiras como estas inspiram as pessoas de vários pontos do globo. Autor: Vários Formato: pdf Edição: 08.05.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado; Vítor Pisco Editora Recanto das LetrasBaixar e-book

{Cotovia} em Antologia

Sinopse Aquilo que temos vindo a testemunhar desde 20 de fevereiro de 2022, provoca em nós sentimentos complexos, melhor expressados através da arte. Esta antologia recolhe estes sentimentos, e distribui-os para quem neles se reconforta e revê. Para o povo ucraniano, fica a mensagem de acolhimento, não só em tempos de crise, mas sempre. Porque é difícil expressar a empatia por palavras, mas aqui fica uma tentativa, por 32 autores, nacionais e internacionais. Autor: Instituto Cultural de Évora Formato: pdf Edição: 14.08.2023 Ilustração capa e contracapa: Ana Rosado Editora Recanto das Letras

{Apoio à Vítima}

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais. É uma organização sem fins lucrativos e de voluntariado, que apoia, de forma qualificada e humanizada, vítimas de crimes através da sua Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e da sua Linha de Apoio à Vítima – 116 006 (dias úteis: 09h – 21h). Aquando de um crime, muitas pessoas, para além da vítima directa, serão afectadas directa ou indirectamente pelo crime, tais como familiares, amigos, colegas. A APAV existe para apoiar. Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.

{Notícias Sobre a Ucrânia}

A UE condena com a maior veemência a agressão militar não provocada e injustificada da Rússia contra a Ucrânia. Trata-se de uma violação flagrante do direito internacional, incluindo a Carta das Nações Unidas. Apelamos à Rússia para que cesse imediata e incondicionalmente todas as hostilidades, retire o seu pessoal militar e equipamento de todo o território da Ucrânia, no pleno respeito pela soberania, independência e integridade territorial da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas. A UE apoia os princípios e objetivos fundamentais da fórmula de paz da Ucrânia enquanto via legítima e credível rumo a uma paz global, justa e duradoura.
Em destaque no SAPO Blogs
pub